dialogando com woody allen

comprei na travessa a caixa volume 1 da coleção woody allen. vem com “annie hall”, “manhattan”, “tudo que você sempre quis saber sobre sexo mas tinha medo de perguntar” e “a última noite de boris grushenko” (este último foi o filme que me fez ler dostoiévski. está no meu top 5 allen com certeza).

lembrei de uma conversa de bar sobre cinema. não sei quem (acho que o roberto, mas pode ter sido a mari)  definiu o woody allen como um grande fazedor de diálogos acima de tudo. depois de rever os filmes, algumas notas mentais:

1 – putz, ele é um fazedor de diálogos foda.

2 – parei para pensar em alguns filmes com ótimos diálogos e de repente eles me pareceram referências diretas a woody allen.

3 – senti nervoso da julie delpy porque cheguei a conclusão de que a celine de before sunset é uma imitação da diane keaton em manhattan, com um pouco de annie hall.

4 – eu preciso aprender a escrever diálogos…

Anúncios

2 comentários sobre “dialogando com woody allen

  1. Essas descobertas no mundo do cinema são realmente muito transformadoras. Eu tô na fase do cinema francês e tenho descoberto coisas geniais sobre o mundo e sobre mim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s