Ah, os cariocas…

Tá um frio danado aqui no cerrado. Hoje de manhã, por exemplo, fez 11 graus, com um vento louco e constante, apesar do sol e do céu azul.
Enquanto isso, em Juiz de Fora a sensação térmica foi de dois graus na segunda-feira, de acordo com a Tribuna de Minas (sim, eu li, hehe) e segundo os amigos que andam congelando por lá.
Mas os relatos dos cariocas são sempre os mais desesperados e engraçados. Meu preferido de ontem foi: “gente, este ano o inverno caiu na terça!”.
#brasisqueamo

Anúncios

Inverno de viver

O friozinho de ontem me fez reviver. Definitivamente meu tempo de verões escaldantes se foi. O inverno que se aproxima me parece mágico. Me dei conta de que as boas e banais lembranças de anos recentes se referem a invernos, a céus de junho no Rio de Janeiro. Há três anos, nesta mesma época, senti vontade de fazer curso de montanhismo só pra ter o céu do Rio de Janeiro mais próximo de mim.

A euforia do verão perdeu a magia. Não há tristeza nisso, afinal hoje aguardo a chegada do outono, inverno e primavera com a mesma ansiedade infantil que antes eu reservava exclusivamente aos dias mais quentes.

Eu me encanto com a contrição invernal. Mistério de algo que não se dá, que pede pra ser descoberto. E descortinando o inverno a gente encontra a primavera.