Uma viagem indiana à francesa

A viagem de cem passos foi presente de Natal da querida Clau. Nunca tinha ouvido falar no livro, desconhecia o autor e jamais leria se não tivesse parado nas minhas mãos em forma de mimo. Como acredito que os livros nos escolhem, nunca subestimo esse tipo de “encontro”. Desta vez, como em tantas outras, não me decepcionei: um romance gastronômico, ambientado em três diferentes países, agrada em cheio alguém que, como eu, se rende aos prazeres da mesa e aos encantos das viagens, de um modo geral — e que, particularmente, ama a Índia e, por que não dizer, também a França.

Só hoje, depois de ler, dei um google e descobri que a obra já virou filme. Entrou pra minha lista, claro.

Anúncios