em dias assim…

Ando sensível. Assisti no youtube o desenho que meu sobrinho ama e cantarolei a musiquinha que ele tanto tentou me ensinar. Chorei horrores.

Ando dramática. Por pouco não dou uma de Rob Gordon e vou atrás de algumas ex-paixões para fazer umas perguntinhas.

Ando esganada. Me entumpi de sorvete depois do jantar.

Ando irritada. Nos últimos dias senti vontade de matar uns engraçadinhos por aí.

Ando deprimida. Não sei se ainda devo ter esperança no mundo e às vezes desconheço meu lugar nele.

Ai, essa tpm que não passa…

Anúncios

Da TPM e outros demônios

Li uma vez que a TPM é um fator atenuante no tribunal. Ou seja, uma mulher que cometa um crime no período pré-menstrual pode ter sua pena reduzida. Os juízes, ou legisladores, certamente homens, consideram que uma mulher na TPM sofre de “insanidade temporária”.

Nós, loucas em tempo integral, na verdade, saímos todas satisfeitas com tanta compreensão masculina.

Pois tenho uma teoria (sim, eu e minhas teorias): durante a TPM é quando se verifica o ápice da lucidez de uma mulher.

Explico: a sociedade ainda cobra e valoriza a doçura das mulheres. Ainda que isso signifique sermos boas filhas de pais carrascos, boas profissionais das empresas que nos tiram o sono, boas subordinadas dos chefes que nos exploram, boas companheiras dos maridos que nos atormentam, boas mulheres dos homens que nos trocam por nuas amantes, boas mães de adolescentes rebeldes e boas donas-de-casa nos horários de folga de todas as outras atividades acima descritas.

E isso é normalidade? Não. É torpor.

A costela de Adão, vindo assim de graça, devia ter algum defeito de fabricação. Vai ver que ela é um agente infiltrado dos homens, a pecinha chave, que faz com que nossos neuro-transmissores ignorem certas informações e quase todas as agressões sofridas. Uma farsa que se desfaz quando nossos hormônios intercedem por nós!

Ver demais, desde que o mundo é mundo, é uma manifestação do demônio. Lúcifer, diz a Bíblia, era um anjo de luz. Eva, quando comeu a maçã, viu que estava nua. No Ensaio sobre a cegueira de Saramago, enxergar representa um tipo de escravidão. Por outro lado, Tirésias, o vidente, semi-deus mensageiro de Zeus, era cego. Neo, em Matrix Revolutions, vira uma espécie de Tirésias.

Não por acaso, o demônio da visão sempre recai sobre personagens mulheres, enquanto a divina cegueira é dom exclusivo que somente toca aos homens.

Durante a TPM vejo tudo com mais clareza. Tomo decisões que jamais seriam tomadas em dias de torpor e estupor. Nesses meus ápices de lucidez, às vezes só duas opções se apresentam a mim: acabar com a opressão ou matar o opressor. Escolho sempre a primeira, ainda bem. Afinal, do contrário, como já sabemos, eu teria sérios problemas com os homens dos tribunais.